Efeitos da cobertura do solo na abundância e riqueza de regenerantes em tratamentos de restauração no bioma Mata Atlântica

Conteúdo do artigo principal

Alexia Rodrigues Campos Luz
Klécia Gili Massi
Olidan Pocius
Marina Merlo Sampaio Campos
Edson Luís Santiami

Resumo

Há suficientes evidências de que os resultados de um programa de restauração dependem em grande parte do contexto da paisagem. Os usos e coberturas prévios da terra e a paisagem devem ser considerados nos projetos de restauração, pois influenciam todo o processo, especialmente na dispersão de sementes e na regeneração natural das áreas. Neste trabalho verificou-se o efeito da paisagem (uso do solo) no sucesso da restauração em áreas de plantio total, semeadura direta e de regeneração natural no bioma Mata Atlântica, sudeste do Brasil. A metodologia baseou-se em unidades demonstrativas de restauração, com foco nos indicadores de riqueza e abundância de regenerantes, juntamente com dados de uso e cobertura da terra das áreas entre os anos de 2010, 2015 e 2020, obtidos das Coleções MapBiomas. Aplicou-se modelos lineares generalizados e análise de correlação entre os dados. Nossa hipótese era que uma paisagem com mais cobertura florestal e de regeneração natural (mosaico de agricultura e pastagem) afetariam positivamente os regenerantes em locais restaurados, o que observamos apenas em áreas de tratamento de regeneração natural. Nos locais de restauração ativa, o mosaico de agricultura e pastagem foi negativamente associado e o uso agricultura foi positivamente associado aos regenerantes. Encontramos maior abundância e riqueza de regenerantes em locais de regeneração natural do que semeadura direta e plantio de mudas. A influência da paisagem, nomeadamente do mosaico, desempenhou um papel crucial neste sucesso. Além disso, o uso da terra, conforme observamos nos últimos cinco e dez anos, explicou os regenerantes nos locais estudados. Assim, os resultados mostram que o contexto paisagístico e o histórico anterior de uso do solo são essenciais para compreender as limitações à sucessão e definir estratégias de restauração custo-efetivas.

Palavras-Chave: Uso do solo; Regeneração; Paisagem do entorno

Detalhes do artigo

Como Citar
Luz, A. R. C., Massi, K. G., Pocius, O., Campos, M. M. S., & Santiami, E. L. (2024). Efeitos da cobertura do solo na abundância e riqueza de regenerantes em tratamentos de restauração no bioma Mata Atlântica. Revista Árvore, 48(1). https://doi.org/10.53661/1806-9088202448263729
Seção
Artigos Cientificos - Ambiência

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)