GERMINAÇÃO DE SEMENTES E PRODUÇÃO DE MUDAS DE BURITI (Mauritia flexuosa L.f.)

Conteúdo do artigo principal

Mateus Silva Paim
Mychelle Carvalho
Édimo Fernando Alves Moreira
Paulo Eduardo Branco Paiva
Elisa Monteze Bicalho
Victor Peçanha de Miranda Coelho

Resumo

O buriti (Mauritia flexuosa L.f) é uma palmeira típica da Amazônia e do Cerrado do Brasil, que tem seus frutos utilizados na culinária e na indústria farmacêutica. A germinação dessa palmeira é lenta, irregular e frequentemente baixa, o que torna seu cultivo limitado, sendo explorada em sistemas extrativistas. Também, pouco se conhece sobre o desenvolvimento de mudas, e esse conhecimento é importante para definir um protocolo para produção de mudas desta espécie. Esta pesquisa teve como objetivo desenvolver um protocolo para a germinação de sementes de buriti em condições semiassépticas, e avaliar o desenvolvimento de mudas de buriti em diferentes sistemas de produção. Não houve germinação nos tratamentos sem escarificação. O melhor protocolo de germinação para as sementes de buriti foi a escarificação com retirada do opérculo em sementes recém extraídas do fruto com o uso de ácido giberélico (regulador de crescimento de plantas), pois isso aumentou a taxa e acelerou a germinação. Entretanto, a embebição em água aerada (com H2O2) mostrou-se adequada até dois dias. O melhor método para produção de mudas de buriti é o uso de sacola convencional (20×30 cm) com terra e esterco ou para produtores com maior capacidade de investimento, o uso de tubetes (180 cm3) por dois meses e posterior transplantio para sacola convencional com terra e esterco até completar seis meses.


Palavras-Chave: Regulador de crescimento de plantas; Palmeiras; Bioma cerrado

Detalhes do artigo

Como Citar
Paim, M. S., Carvalho, M., Moreira, Édimo F. A., Paiva, P. E. B., Bicalho, E. M., & Coelho, V. P. de M. (2023). GERMINAÇÃO DE SEMENTES E PRODUÇÃO DE MUDAS DE BURITI (Mauritia flexuosa L.f.). Revista Árvore, 47, https://doi.org/10.1590/1806–908820230000029. Recuperado de https://revistaarvore.ufv.br/rarv/article/view/263517
Seção
Artigos Cientificos - Manejo