SELEÇÃO DE ÁRVORES MATRIZES DE Handroanthus impetiginosus PARA SUBSIDIAR ÁREAS DE COLETA DE SEMENTES

Conteúdo do artigo principal

Jéssica Maia Alves Pimenta
Wendy Mattos Andrade Teixeira de Souza
Cibele dos Santos Ferrari
Fábio de Almeida Vieira
Cristiane Gouvêa Fajardo
Mauro Vasconcelos Pacheco

Resumo

Handroanthus impetiginosus é uma árvore nativa brasileira ameaçada pela exploração ilegal de madeira e necessita de estratégias para fins de conservação. Devido à necessidade de obtenção de sementes de alta qualidade genética e fisiológica, objetivou-se com este estudo selecionar árvores matrizes, visando a instalação de Áreas de Coleta de Sementes (ACS) de H. impetiginosus. Para tanto, avaliou-se a diversidade genética e a qualidade fisiológica das sementes de 63 indivíduos de uma população natural localizada no estado do Rio Grande do Norte, Brasil. O conjunto de marcadores moleculares revelou que a população estudada apresenta grau intermediário de diversidade genética intrapopulacional (diversidade genética de Nei = 0,35; índice de Shannon = 0,52). Posteriormente, foi avaliada a qualidade fisiológica das sementes por meio de testes de germinação e de vigor de sementes. Deste total, 45 indivíduos produziram sementes de qualidade fisiológica alta e intermediária. Assim, os indivíduos com identidade genética de Nei < 0,72 e germinação superior a 50% podem ser selecionados como árvores matrizes e a população apresenta potencial para proposição de uma ACS.


Palavras-Chave: Qualidade genética; Floresta Nacional de Açu; Ipê-roxo.

Detalhes do artigo

Como Citar
Pimenta, J. M. A., de Souza, W. M. A. T., Ferrari, C. dos S., Vieira, F. de A., Fajardo, C. G., & Pacheco, M. V. (2023). SELEÇÃO DE ÁRVORES MATRIZES DE Handroanthus impetiginosus PARA SUBSIDIAR ÁREAS DE COLETA DE SEMENTES. Revista Árvore, 47, https://doi.org/10.1590/1806–908820230000006. Recuperado de https://revistaarvore.ufv.br/rarv/article/view/263188
Seção
Artigos Científicos - Silvicultura